Copa & Taça Blog

Cerveja puro malte: o que isso significa?

Cerveja puro malteAo caminhar pela nossa adega você já deve ter se deparado com as cervejas puro malte. Elas estão super em alta e várias marcas estão apostando nesse estilo da bebida. Mas afinal, você sabe qual a diferença da cerveja puro malte para as demais? Vamos esclarecer!

 

 

A cerveja puro malte em sua maioria é do estilo Pilsen e a grande diferença está na produção: ela possui 100% de malte de cevada, ou seja, é produzida sem nenhum adjunto de cereais não maltados (milho e arroz são os mais comuns). No Brasil é permitido o uso de cereais não maltados em até 45% do total dos ingredientes da cerveja. Por isso, uma cerveja puro malte é mais valorizada pelo sabor e aroma mais intensos.

 

 

Conheça algumas sugestões desse tipo de cerveja pra você:

 

 

Heineken - produzida com ingredientes 100% naturais e sem conservantes. Possui uma fórmula que se tornou sinônimo de simplicidade e perfeição: puro malte, lúpulo e água cristalina;

 

 

Eisenbahn Pilsen - é uma cerveja clara puríssima do tipo Lager, de baixa fermentação, suavemente amarga e de médio teor alcoólico (4,8%). De coloração dourada, ela traz em cada copo o verdadeiro sabor das cervejas de puro malte. Suas principais características são a pureza, transparência e sabor, que não tem comparação entre as Pilsen nacionais, lembrando muito as importadas alemãs;

 

 

Imperial Ouro -  é uma cerveja puro malte, com lúpulo Alemão Hallertau, o dobro de maturação e um secreto toque do mestre Cervejeiro Camilo Marcozzi. É uma cerveja de paladar único e cor de ouro, produzida conforme a lei de pureza alemã. Uma preciosidade para quem realmente aprecia uma nobre cerveja.

Café em cápsulas prático, rápido e saboroso

Café em cápsulas prático, rápido e saborosoQue o café já tem história no Brasil, isso não é nenhuma novidade. Agora, uma nova modalidade já conhecida, que tem agradado os fãs da bebida e de praticidade, é a apresentação do pó embalado em cápsulas.

 

Presentes nas mais variadas intensidades e tipos, elas podem ser de café:

 

Expresso, em que a água quente, e não fervente, passa com alta pressão pelo café moído. O preparo é rápido e leva mais pó do que água, deixando a bebida com um sabor intenso;

 

Filtrado, assim como o que é feito pelo coador de pano ou de papel, em que a água fica por mais tempo em contato com o pó, e a bebida fica com o sabor mais suave;

 

Com leite, ou o tradicional pingado, o mais querido das padarias no país.

 

Para os inexperientes na área, a cápsula não deixa a desejar. É boa porque vem na medida e com o sabor certo, diminuindo assim o risco de cometer algum erro na hora de impressionar a visita.

 

A maior parte das cápsulas de plástico tem um microfuro no topo, que faz com que não explodam com a pressão da máquina durante o preparo. O maior problema é que esse furo deixa o ar entrar quando a embalagem é aberta pode prejudicar a qualidade do café.

 

Por isso, na hora de comprar, fique atento:

Prefira embalagens individuais. Assim, não há o risco do ar invadir as outras cápsulas.

Caso prefira a embalagem com mais de uma unidade, depois de aberta, consuma todas no prazo máximo de 7 dias.

6 drinks que são a cara do outono

6 drinks que são a cara do outonoMarço é o mês de início do outono e a estação, que começou essa semana, pede todo um cardápio especial de bebidas, bem diferente do frescor do verão. Agora, os drinks apresentam coloração característica das folhagem secas, em tons de amarelo, marrom e vermelho, além do sabor, que é sempre muito particular e marcante.

 

Para que seus drinks fiquem mais atraentes e saborosos, siga essas dicas:
Abuse das especiarias. Cravo e canela são a cara do outono;

Aqueça seus copos. Um copo quente pode conservar o calor da bebida por mais tempo;

Não tenha medo das pimentas. Algumas ficam ótimas e combinam com bebidas.
Preparamos 6 sugestões deliciosas e diferentes para você testar em casa com os amigos ou nos momentos em que quiser relaxar. Experimente, se aqueça e aproveite!

 

Coquetel de pera com baunilha

 

Ingredientes:

1,5 xícara de suco de pera fresca
150 ml de vodka
1/2 fava de baunilha
Açúcar de baunilha a gosto
1 xícara de gelo

 

Preparo:

Misture o suco e a vodka em uma coqueteleira. Abra a fava de baunilha e raspe as sementes na mistura. Adicione a xícara de gelo e, em seguida, mexa. Decore a borda dos copos com açúcar e sirva.

 

 

Delícia de outono

 

Ingredientes:

50 ml de whisky
Sidra de maçã a gosto
Canela em pó

 

Preparo:

Sirva o whisky em um copo alto com algumas pedras de gelo. Acrescente a sidra de maçã e polvilhe com canela. Use paus de canela e fatias de maçã para enfeitar.

 

 

Quentão com maçã

 

Ingredientes:

600 ml de cachaça
600 ml de água
500 g de açúcar
2 cascas de laranja
1 casca de limão
50g de gengibre
Cravo-da-índia a gosto
Canela em pau a gosto
1 maçã

 

Preparo:

Em uma panela grande, coloque o açúcar, as cascas de laranja e limão, o gengibre, o cravo e a canela. Quando o açúcar estiver quase todo derretido, coloque a cachaça e a água. Deixe cozinhar tudo por uns 20 minutos em fogo brando. Use um filtro de papel para coar e em seguida acrescente a maçã em pedacinhos. Mantenha quente ao servir.

 

Café Irlandês

 

Ingredientes:

1 xícara de café
50 ml de whisky
Açúcar a gosto
Chantilly a gosto
Canela em pó

 

Preparo:

Acrescente à xícara de café já adoçado a dose de whisky e cubra com chantilly. Use a canela em pó para finalizar a decoração

 

 

Sangria de outono

 

Ingredientes:

1 l de vinho tinto
300 ml de bourbon
300 ml de suco de maçã
1 laranja cortada
1 pêssego cortado
1 pera cortada

 

Preparo:

Misture as bebidas e as frutas em uma garrafa, reserve e sirva conforme a ocasião.

 

Grogue de rum

 

Ingredientes:

1 canela em pau
2 cravos-da-índia
2 colheres de sobremesa de açúcar
¼ de limão
100 ml de rum
150 ml de água

 

Preparo:

Em uma caneca previamente aquecida, coloque a canela, os cravos, o açúcar, as rodelas de limão, o rum e complete com a água fervendo. Deixe permanecer em infusão por 5 minutos e sirva imediatamente.

Harmonização da água: como beber e servir os diferentes tipos da bebida

“Água é tudo igual”Harmonização da água como beber e servir os diferentes tipos da bebida, você já ouviu essa frase? Provável que sim, mas essa sentença não é tão verdadeira assim. Ela pode ter ou não a presença de gás e diferenças na concentração dos minerais, o que depende da origem da fonte e tipo de solo que ela entrou em contato.

 

 

Aromas e sabores são perceptíveis devido ao terroir, ou seja, pelo contato do líquido com substâncias minerais presentes no solo. Outra alternativa que confere propriedades distintas à água é o percurso geográfico que ela faz e por onde passa para ser extraída. Em alguns casos, até mesmo a adição de novos compostos químicos ou o material utilizado para engarrafar e conservar a bebida.

 

Na hora de servir, pode ser apreciada ou sozinha ou harmonizada com vinhos, cafés e até com alguns pratos. A dica de ouro é que a água e o outro item devem se equilibrar. Se um é mais potente, o outro deve ter uma personalidade semelhante para não se ocultar em uma refeição.

 

 

Vamos te ajudar, confira nossas dicas:

 

 

Harmonização com cafés - o papel da água nessa harmonização é permitir que as pessoas sintam o melhor dos sabores da bebida. Por isso, a água gaseificada é a melhor opção;

 

 

Harmonização com vinhos - aqui a água têm a função de reduzir o paladar residual da comida e do próprio vinho, realçar sabores e aromas e auxiliar no processo de digestão. Com brancos e alguns rosés, prefira águas pouco mineralizadas e sem gás. Os vinhos tintos, que são mais ácidos, não devem ser associados às águas gaseificadas nem às muito mineralizadas porque elas podem intensificar a acidez da uva e prejudicar o sabor;

 

 

Harmonização com comida - para os pratos do dia a dia é ideal uma água leve e pouco mineralizada. Já quando se trata de carnes vermelhas e molhos mais encorpados, uma água mais robusta, gaseificada ou com mais concentração de minerais pode ser uma boa pedida.